Meio Ambiente e Biodiversidade

Guia para cidades sustentáveis auxilia políticos e sociedade na elaboração de políticas públicas

            No mês de setembro o Instituto de Estudos Avançados da USP, Centro de Síntese para Cidades Globais, lançou o Guia para Cidades Sustentáveis, um documento com o objetivo de subsidiar parâmetros que possam balizar a decisão de vereadores(as) e prefeitos(as) na escolha de itens de agenda para suas campanhas e candidaturas. Além disso tem como finalidade subsidiar a mídia para questionar os candidatos em debates e entrevistas, salientando a importância da sustentabilidade e fornecer à população uma ferramenta qualificada de cobrança dos candidatos sobre o que prometem e o que cumprem, ao abranger temas prioritários que possivelmente estarão entre os mais importantes para a maioria das cidades brasileiras.

            O guia é um conjunto de propostas que busca não apenas contribuir para as disputas eleitorais, mas auxiliar políticos eleitos e a sociedade dada a importância de se debater a pasta do meio ambiente com maior propriedade e nível de argumentação. Os itens de agenda são derivados de um arcabouço mundialmente aceito, a Agenda 2030 da ONU com seus 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Os argumentos se consolidam para o estabelecimento de um modelo de gestão urbana, com embasamento no conhecimento científico, que ofereça sustentabilidade às cidades. Segundo o documento  o guia é uma “sugestão aos políticos, seguindo a ideia central de abordagem científica dos problemas, as escolhas de itens sejam orientadas pela Agenda 2030 da ONU”.

            O guia, além de fornecer elementos para a composição de propostas pelos candidatos, também serve para orientar as forças da sociedade cidadã a acompanhar os eleitos quanto ao cumprimento de suas promessas. O quadro acima mostra as correlações entre dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 ONU e os temas prioritários definidos no guia, que é um trabalho de compilação de workshops e eventos científicos sobre o tema. Os objetivos tentam nortear uma agenda de politicas publicas voltados para a Sustentabilidade, entendendo-se a importância de difundirmos as metas e os indicadores do Desenvolvimento Sustentável para um melhor qualidade de vida social e ambiental.  

Abaixo estão sumarizados os 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU dos quais o documento se baseia:

Objetivo 1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares

Objetivo 2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável

Objetivo 3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todas e todos, em todas as idades

Objetivo 4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos

Objetivo 5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas

Objetivo 6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos

Objetivo 7. Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todas e todos

Objetivo 8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todas e todos

Objetivo 9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação

Objetivo 10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles

Objetivo 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis

Objetivo 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis

Objetivo 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos

Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável

Objetivo 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade

Objetivo 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis

Objetivo 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Não há mais tempo a perder, faz-se necessário pensar as cidades de maneira sustentável, visto o acelerado crescimento populacional e mudanças climáticas. Este documento destaca a importância dessas medidas, baseadas na ciência, para decisões do poder público. É papel da sociedade cobrar a elaboração e o cumprimento das promessas para garantir o bem-estar, qualidade de vida e justiça social à nossa geração e às gerações futuras.

Baixe o guia aqui

Lorena Gebara é Pesquisadora, Bióloga de Campo e Educadora. Atua nas áreas de Sustentabilidade, Meio Ambiente, Políticas Públicas, Educação e Gênero, elaborando projetos de desenvolvimento Socioambiental. Entre em contato pelas redes sociais e deixe seu comentário no Instagram @kiu_bio ou Facebook Kiu Bio  e receba consultoria personalizada em sustentabilidade integral.

Edição: Ewerton Souza

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: