Biotecnologia e produção saúde

Vacina por spray contra Covid-19 avança

Por Edson Paz 24/08/2020

A vacina em desenvolvimento na USP é aplicada por spray dentro do nariz. É mais fácil de ser aplicada do que a injetável, menos invasiva, seu custo é menor e oferece ainda como vantagem a formação de dois tipos de anticorpos, IgG e IgA. Para mais detalhes sobre o funcionamento dessa vacina, confira o texto: USP está desenvolvendo vacina em spray contra a Covid-19 .

Foto por Chokniti Khongchum em Pexels.com

Os pesquisadores envolvidos nessa produção acreditam que ela possa estar disponível para aplicação apenas no segundo semestre de 2021, ou seja, estará pronta depois das outras vacinas contra a Covid-19 que estão sendo desenvolvidas nesse momento. Para uma boa eficácia, a vacina precisa ser aplicada dentro de cada uma das narinas e a aplicação deve ser repetida 15 dias depois, num total de 4 aplicações (duas doses em cada narina). Esse modelo de vacina por spray aplicada dentro do nariz, já foi utilizado contra o vírus H1N1 em 2009 nos Estados Unidos. Contudo é um modelo de aplicação de vacina ainda bem pouco usado no mundo.

A produção dessa vacina é um projeto da faculdade de ciências farmacêuticas da USP de São Paulo em parceria com o instituto do coração Incor. O professor coordenador do projeto Marco Antonio Stephano ressaltou o sucesso nessa fase que é pré-clínica. Segundo o especialista uma das vantagens dessa vacina é a produção de dois anticorpos contra o vírus: além de IgG, produz também IgA. O anticorpo IgA estará presente nas mucosas das vias nasais, permitindo que nosso sistema imunológico já comece a agir contra o coronavírus logo no começo da infecção. Outra grande vantagem dessa vacina é econômica, por ser produzida no Brasil estará disponível a um valor mais baixo em nosso país. É estimado um valor em torno de 100 reais para as quatro aplicações nasais, mais barato por exemplo que os 40 dólares (em torno de 214 reais) da vacina desenvolvida pela farmacêutica Pfizer em conjunto com a empresa alemã BioNTech.  

É importante ter em mente que a vacina por spray ainda está em fase pré-clínica e precisa passar pela prova de fogo, os ensaios clínicos que costumam causar a queda de muitas vacinas e medicamentos em estudos. De qualquer maneira, é digno de elogio a ciência brasileira continuar caminhando mesmo com o descrédito, por uma parte dos brasileiros, e sobretudo com os recentes cortes que os nossos governantes realizaram.

Referências

https://exame.com/ciencia/usp-avanca-em-pesquisa-e-vacina-em-spray-da-covid-19-pode-chegar-em-2021/

https://noticias.band.uol.com.br/noticias/100000997538/primeiros-testes-de-spray-nasal-contra-covid-19-tem-resultado-positivo.html

https://www.otempo.com.br/interessa/saude-e-ciencia/vacina-brasileira-em-spray-contra-a-covid-19-avanca-e-pode-chegar-em-2021-1.2372210

https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,usp-esta-desenvolvendo-vacina-por-spray-nasal-contra-a-covid-19,70003345878

Edson Paz é professor, divulgador científico e formado em biologia pela UNIOESTE de Cascavel-PR. É apaixonado por tudo que envolve ciência e tecnologia. Atualmente é CSO no grupo BIO+ e membro da Rede Brasileira de Jornalistas e Comunicadores de Ciências.

Edição e Arte: Edson Paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: