Meio Ambiente e Biodiversidade

A Terra respira – O tempo do homem não é o tempo da Natureza

Provavelmente pela primeira vez, para a grande maioria, os recursos estão limitados e por tal devemos poupa los, ou seja, usar de forma racional. Mas será que esse bom senso é uma reflexão apenas para as situações de crise? No sistema econômico que vivemos ter recurso para algo é ter dinheiro para comprar algo. Entretanto antes do objeto veio a matéria prima, de baixo valor aos olhos do mercado, que deixa de internalizar custos fundamentais no do produto final. O custo de recursos vitais como o do solo, o recurso energético, o da matéria prima mineral, vegetal ou animal, etc.

Para quem não tem acompanhado a semana da biodiversidade, no artigo passado foi citado o que é e como se calcula a pegada ecológica. Uma metodologia que é utilizada para analisar o impacto do consumo por recursos naturais, necessária para a elaboração de bens de consumo e serviços. Nesse sentido quanto maior a  pegada dos hábitos de consumo, maior o impacto causado na biosfera. De forma que é eminente racionalizar os recursos com prudência, não só pelo bem da economia familiar, mas sobretudo pela urgência da sustentabilidade do planeta.

E é exatamente nesse momento histórico, que nos encontramos ócio produtivo, que teremos tempo e profundidade para realizar o necessário ponto de virada, da insustentabilidade dos hábitos da sociedade contemporânea para um consumo mais consciente. A percepção pode estar em todos os momentos do dia: durante a realização das tarefas domesticas, na escolha e preparo dos alimentos, na forma que limpamos nossa casa e que tipo de produtos usamos. Para cada ação poderíamos ter uma reflexão se estamos ou não sendo sustentáveis e qual está sendo nossa pegada ecológica.

Então chegamos ao coração desse artigo, pela primeira vez na historia da sociedade pós industrial, nos isolamos do convívio socioeconômico e abrimos espaço para a natureza retomar seu lugar de soberania. O ar está mais limpo, estrelas tem sido observadas em pontos até então encobertas pela poluição dos automóveis, aviões, indústrias. A biodiversidade está repovoando espaços agora menos degradados e poluídos. A ausência de atividades de grande impacto, com atividades industriais, esta dando tempo e espaço para a regeneração dos ciclos vitais, um respiro à Terra.  

São tantas as documentações de animais passeando por áreas que “antes” eram dominadas pelo barulho e frenesi humano. Tartarugas desovando em praias antes superlotadas, leões tomando sol a beira de estradas antes movimentas, aves fazendo ninhos em locais inesperados, abelhas voltando a polinizar áreas degradadas, macacos brincando em parques de lazer humano. A calmaria e o silêncio estão mais presentes, tornando possível se ouvir os sons das profundezas do nosso planeta. O tempo da terra e não o tempo do homem, voltou a reinar.

Talvez este seja o ponto de virada, não só da sobrevivência da humanidade, porque ela perdurará por ainda milhares de anos, mas da nossa capacidade de rever nossos hábitos diários e reaprender,o  que na biologia chamamos de resiliência, adaptação a novas situações desafiadoras. Buscar novas formas de convivência menos danosa ao meio ambiente, esse meio que tanto falamos e pouco percebemos que esta ao nosso redor com tantas formas de vidas. Vidas que dependem da vitalidade e da harmonia natural do único planeta, até então, conhecido com vida e com beleza natural inigualável.

Ente artigo compõe a edição da Semana da biodiversidade aqui da BIO+ e no próximo artigo daremos algumas dicas de como tornar hábitos diários mais sustentáveis. Faça de cada momento de crise um ponto de virada para sua evolução intelectual e espiritual nesse mundo. O conhecimento é a maior ferramenta para mudar o mundo e como Gandhi dizia “seja você a mudança que quer ver no mundo”.

Lorena Gebara: Pesquisadora, Bióloga de Campo e Educadora. Atua nas áreas de Sustentabilidade, Meio Ambiente, Políticas Públicas, Educação e Gênero, elaborando projetos de desenvolvimento Socioambiental. Entre em contato pelas redes sociais no Instagram @kiu_bio ou Facebook Kiu Bio (consultoria personalizada em Sustentabilidade)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: